+52 812 529 06 06 mexico@couth.com
Notícias: Notícias e eventos
marcado-de-bridas

A norma ASME B 16.5 (ASME siglas em inglês de The American Society of Mechanical Engineers), estabelece os requisitos para a marcação de flanges. Neste post da Couth, como especialistas neste tema, explicamos-lhe tudo o que deve saber.

O que é uma flange?

As flanges são conhecidas como aquelas peças em forma de anel, disco o anilha conectadas a um extremo de tubo e que cumpre a função de unir esta peça a outra. É assim, seja um outro tubo, válvula ou objetos similares através de uns pernos que dão segurança e estabilidade às peças vinculadas.

A importância das flanges explica-se pela sua facilidade, não só de unir partes de forma cómoda e segura, mas, em caso de ser requerida uma separação das mesmas, poder ser retirada a secção que interesse. Esta particularidade contribui para uma grande versatilidade e flexibilidade das instalações e justifica a importância das mesmas.

Tipos de flange

As flanges, elaboradas em aço inoxidável, podem ser fabricadas de forma fundida ou forjadas. No mercado existem diversos modelos, entre os mais comuns destacam-se:

  • Flanges deslizantes
  • Flanges figura oito
  • Flanges de isolamento elétrico
  • Flanges roscadas
  • Flanges com colarinho para soldar
  • Flanges cegas

Marcação de flanges: como ler a sua identificação

A marcação de flanges é um passo de elaboração fundamental, dado que com isso se pode dar uma identificação ao mesmo tempo que se proporciona informação importante da peça.

Há sete elementos relevantes que deve ter a marcação de flanges, sem ser importante a ordem de aparição, será sempre imprescindível que os mesmos apareçam na peça.

A forma de ler a marcação de flange que esta deve ter é a seguinte:

  1. Identificação ou logo do fabricante.
  2. Tipo de material designado de acordo com a ATSM (siglas para American Society for Testing and Materials) incluindo o tratamento térmico.
  3. Tipo de face
  4. O tipo de norma que foi utilizado para o fabrico da flange.
  5. Espessura nominal do tubo a que será soldada, isso para flanges de tipo: W.M ou S.W.
  6. O intervalo de pressão, bem como o diâmetro nominal da flange
  7. O número que identifica a fundição ou série do fabricante.

A importância de contar com estes elementos é que permite que se verifique a idoneidade da peça antes de ser utilizada. Não se deve esquecer que, graças a isto, se pode garantir que a flange vai cumprir a função para a qual foi requerida, ou seja, que correspondem o material, as dimensões e o nível de pressão que se necessita para a construção final.

Tecnologia de marcação de flanges

Deve salientar-se que, para além da importância de as flanges contarem com a sua correspondente identificação, a marcação deve ser realizada de forma a perdurar e a sua leitura ser sempre precisa e muito clara. Neste sentido, a Couth conta com a mais alta experiência em sistemas de marcações para diversas indústrias com equipamentos que garantem uma marcação de qualidade, precisa, e tal e como o próprio material e peça requerem.